Menu


Mais de 3 mil ex-muçulmanos são batizados durante campanha de oração

08 ABR 2017
08 de Abril de 2017

A perseguição religiosa em diversos países Oriente Médio, Ásia e África não diminuiu sua intensidade, porém muitos cristãos também não estão se intimidando diante deste quadro preocupante.

É o caso da organização "Bíblias para o Oriente Médio", que tem se empenhado corajosamente em pregar o Evangelho em países onde o simples fato de ser cristão pode levar as pessoas a todo tipo de violência ou até mesmo à morte.

Durante o mês de março, a organização missionária promoveu uma campanha de 21 dias de jejum e oração, convidando igrejas de todo o mundo a intercederem pelos cristãos e missionários que têm se dedicado a evangelizar nos países de maioria muçulmana.

O pastor Paul* (nome fictício, por razões de segurança) é um dos líderes da organização e celebrou os bons resultados da campanha.

"Pela graça de Deus, apesar dos contratempos e da perseguição, mais de 3.000 ex-muçulmanos foram recentemente batizados em todas as igrejas da Assembléia de Deus Amoroso (ALG) no Oriente Médio, Ásia e África", contou o pastor.

Paul explicou que todos estes ex-muçulmanos batizados, foram evangelizados e discipulados durante a própria campanha.

"A Bíblias para Oriente tinha os evangelizado e preparado para testemunhar Jesus Cristo, sendo batizados nas águas. Que bênção tremenda ver como os nossos 21 dias de jejum e oração envolveram a todos!", disse.

O pastor reconheceu que os cristãos envolvidos na campanha se viram em meio a lutas por diversas vezes, mas Cristo os ajudou a vencer os obstáculos.

"Satanás tentou estragar o ministério muitas vezes, mas nosso Senhor Jesus Cristo destruiu todos os planos do mal", celebrou.

Em uma igreja na Ásia, Paul e outros crentes recém-batizados chegaram a ser apedrejado por extremistas religiosos, logo após uma das cerimônias de batismo. Mas o pastor afirmou que este tipo de perseguição pode gerar um importante aprendizado na caminhada cristã.

"Em sua epístola aos Filipenses, o apóstolo Paulo falou de conhecer a comunhão dos sofrimentos do Senhor e seu objetivo de experimentar o poder de Sua ressurreição (Fl 3,9-11). Nós também temos este desejo", contou.

Devido à intensa perseguição religiosa, a organização missionára Bíblias para o Oriente Médio trabalha de forma cautelosa e não divulga fotos ou vídeos de seus cultos ou batismos, para não expor seus missionários e os recém-convertidos a um perigo ainda maior nos países onde vivem.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DA BÍBLIAS PARA O ORIENTE MÉDIO

Voltar


RÁDIO ELOS | O AMOR DA MINHA VIDA

24 HORAS NO AR TOCANDO O MELHOR DO GOSPEL

Tenha você também a sua rádio